segunda-feira, 18 de abril de 2011

A Arezzo de salto quebrado


Nem a certinha a Glória Pires na campanha da nova coleção da Arezzo vai conseguir tirar a má impressão que a grife de sapatos e acessórios femininos gerou entre os consumidores na última semana, principalmente nas redes sociais.
 

Desde ontem, a marca fazia parte dos topic trends do Twitter. E não é porque estão falando bem da nova coleção. Muito pelo contrário: A ideia de lançar bolsas e sapatos feitos de pele de raposa, coelho e ovelha, para a coleção Pelemania pegou bem mal entre os consumidores.

Hoje, de acordo com vários sites inclusive o iG (de onde eu tirei essa informação), a Arezzo dos irmãos Anderson e Jefferson Birman anunciou que vai recolher todas as peças da nova coleção. 

As mais de 300 lojas Arezzo espalhadas pelo Brasil ainda têm mais 30 irmãs pelo exterior. A marca começou produzindo calçados masculinos em 1972 com o apoio do pai dos irmãos Birman, Henrique Lemos Birman, e hoje é focada apenas no público feminino e vice-presidida pelo neto Alexandre Birman.

A foto é daqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário